Projeto EMPODERARTE e o enfrentamento da violência doméstica por meio da dança

Imagine uma atividade libertadora, na qual as mulheres podem se expressar, pensar, sentir e movimentar o corpo, livres de amarras, sem medo de críticas, cerceamentos e olhares julgadores.

Toda esta revolução libertadora é possível por meio da dança, atividade que também valoriza o corpo, promove autoconfiança, eleva a autoestima, melhorando o bem-estar físico e mental.

Pensando na dança como um poderoso instrumento de empoderamento feminino, a 2ª Vara da Mulher de São Luís idealizou o Projeto EMPODERARTE, que tem por objetivo oferecer aulas de dança às mulheres moradoras do entorno da avenida Carlos Cunha, na área do Jaracaty.

O projeto conta com a parceria da Expressar Escola de Dança, da Associação Maranhense de Dança de Salão (Amadansa) e o apoio da Casa da Mulher Brasileira e Procuradoria Estadual da Mulher.

O lançamento oficial acontecerá nesta sexta-feira (27), às 16h, no auditório da Casa da Mulher Brasileira.

“O projeto EMPODERARTE é composto por uma equipe de trabalho que lida com conflitos familiares e relacionamentos abusivos. Daí a necessidade de trabalharmos com a prevenção da violência e a sensibilização da sociedade quanto ao envolvimento de todos e todas para o real enfrentamento da violência doméstica e familiar contra a mulher, que atinge índice alarmante no Brasil”, afirmou a juíza da 2ª Vara da Mulher de São Luís, Lúcia Helena Heluy da Silva.

O projeto será desenvolvido junto às mulheres que estão em atendimento pelos órgãos da Casa da Mulher Brasileira e moradoras do entorno do Casa. As inscrições para a primeira turma do EMPODERARTE começam nesta sexta-feira, após a solenidade de lançamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *