História que inspira: aos 90 anos, jornalista está concluindo doutorado e em busca do sexto diploma

Aos 90 anos, Joy Gibson é a prova de que nunca é tarde para se aprender algo novo

Jacqueline Heluy – 

Talvez porque seja a semana do meu aniversário, mas hoje acordei com uma estranha sensação de ‘não sei o que’. Pensei, pensei… e me veio uma súbita necessidade de ler algo inspirador. Poderia ser uma poesia,  a letra de uma música ou, quem sabe, uma biografia.

Antes de pular da cama, corro os olhos no feed do meu FB e me deparo com esta notícia publicada no site BBC Brasil.

Bingo!

Eis a história inspiradora que eu precisava para iniciar bem o meu dia:

Aos 90 anos, Joy Gibson é a prova de que nunca é tarde para se aprender algo novo.

A idosa de Stratford-upon-Avon, no interior da Inglaterra, tem cinco diplomas e, agora, está em busca do sexto.

Ela já cursou uma faculdade e um mestrado em Filosofia. Fez dois outros mestrados em Artes e mais um em Literatura.

Agora, está terminando um doutorado sobre Teatro no Instituto Shakespeare, na Universidade de Birmingham.

Isso é ainda mais impressionante porque ela nunca tinha estudado em uma universidade até os 59 anos.

Joy faz graça ao dizer que tornou-se “viciada em estudar”.

“Eu tenho uma personalidade que tende para isso. Se você me der uma caixa de bombons, eu como ela inteira.”

Joy não chegou a cursar uma faculdade antes de começar a trabalhar – e diz que isso sempre a incomodou um pouco.

Fez carreira como jornalista e professora de teatro. Não se casou ou teve filhos. Quando se aposentou, há 30 anos, percebeu que, “de repente, não tinha mais nada para fazer”.

“Eu pensei: ‘Por que não (estudar)?'”, conta ela sentada na sala de casa.

Atualmente, Joy está tirando uma folga de um ano do doutorado enquanto se recupera de uma cirurgia no quadril. 9 anos

Mas planeja a voltar a se dedicar à escrever sua tese nos próximos meses.

Com quase seis diplomas no currículo, ela cogitaria tentar um sétimo?

“Depende de quanto tempo eu viver, não é mesmo?”, ela responde.

“Eu levaria mais seis anos, e já estaria com 100 anos. Não seria divertido se eu conseguisse mais um diploma no meu 100º aniversário?”

Notícia publicada no site BBC Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *