PRENDAM SEUS BODES… AS CABRITAS VÃO DENUNCIAR!

Jacqueline Heluy  –  Seis mulheres, um espelho, secador e maquiagens. Claro que a leveza de um ambiente assim sempre faz fluírem assuntos interessantes e descontraídos. E boas gargalhadas também. Mas, neste dia, foi diferente.  Rolou papo sério. O grupo começou comentando a notícia que pontuava na mídia, sobre ejaculações em pescoços femininos e bolinadores de Leia mais… »

E AS CASUARINAS TAMBÉM MORRERAM!

Jacqueline Heluy   –   Eu gosto de visitar cemitérios! Uma revelação meio fantasmagórica para uma noite de domingo, mas sempre gostei da contemplar o conjunto de mausoléus e visitar túmulos de pessoas importantes. Quando visito cemitério em um dia qualquer – não necessariamente em datas simbólicas ou sepultamentos – gosto de passear entre as Leia mais… »

Félix, suas reflexões políticas e a angústia de um gato inteligente

* Helena  Barros Heluy  – Muitas pessoas, ao me encontrarem, perguntam logo pelo Félix, com uma certa curiosidade ou inquietação, lamentando o fato dele andar meio desaparecido do Facebook. Alguns dizem que sentem saudades de suas peripécias. Outros o elogiam por sua criatividade.  Há, inclusive, os que ousam dizer que ele está fazendo falta com Leia mais… »

AQUELES GAROTOS …

  Jacqueline Heluy  –   Acho que foi uma espécie de ‘laboratório’, uma experiência de solidariedade ousada, inovadora, desafiadora e de coragem, muita coragem… Já se passaram 35 anos, desde então, mas sempre que lembro daqueles garotos, deixo-me inundar por um turbilhão de sentimentos, todos com efeitos muito positivos sobre a minha vida. E, de Leia mais… »

Desprezo a moradores de rua revela a face cruel do preconceito no Brasil

Jacqueline Heluy   –  Lamentável que a cegueira seletiva que afeta grande parte da sociedade brasileira permita que pessoas em situação de rua sejam enxergadas apenas como lixo, sujeira a ser lavada e escorrida para os esgotos. A notícia de que moradores de rua que dormiam na Praça da Sé, em São Paulo, no dia Leia mais… »